Ouça agora na Rádio

N Notícia

Adolfo Pegoraro

FOTO: Adolfo Pegoraro

Sinoê decide, Marreco bate Assoeva e avança na Copa do Brasil

Pela primeira vez na história o Marreco disputou um jogo da Copa do Brasil em Francisco Beltrão e para eternizar este momento a equipe beltronense venceu a Assoeva por 3 a 2 e avançou para a segunda fase da competição. Depois de terem empatado em Venâncio Aires (RS) pelo placar de 2 a 2, as duas equipes se enfrentaram nesta segunda-feira (20) no ginásio Arrudão e fizeram outro jogo bastante equilibrado e com muita dificuldade o Marreco conseguiu a vaga para enfrentar Joinville ou São Francisco que decidem a outra vaga nesta terça-feira (21) em São Francisco do Sul (SC) após o Joinville ter vencido o primeiro jogo em casa por 5 a 3. 

O Marreco começou a partida indo pra cima e mostrando que queria resolver logo, mas a Assoeva marcava bem e se armava para explorar nos contra golpes. Aos 7:30 do primeiro tempo após jogada de ataque pelo lado esquerdo, Sol Sales chegou dividindo com a marcação e conseguiu empurrar para as redes, abrindo o placar. Sem conseguir aproveitar a vantagem por muito tempo, o Marreco levou o empate aos 11 minutos depois que Maninho recebeu livre de marcação e tocou na saída de Quinzinho. A reação do Marreco veio logo em seguida com Sinoê que recebeu de costas para a marcação, e mesmo de longe girou e bateu forte no ângulo sem chances para o goleiro Vini Melo. Sem se expor muito até o fim do primeiro tempo, o Marreco claramente segurou a vantagem até o intervalo. Na volta para o segundo tempo o jogo ficou mais fechado com poucas chances claras pelos dois lados, já que a Assoeva se defendia muito bem e o Marreco sabia atacar sem se expor. Quando a equipe gaúcha encaixava algum contra ataque, o goleiro Quinzinho aparecia muito bem para dar tranquilidade ao seu time. Na reta final do jogo o técnico Paulinho Gambier parou o jogo e pediu para a equipe recuar e jogar sem a posse de bola, o que desagradou alguns atletas que entenderam que essa estratégia poderia expor a equipe, e na visão de alguns seria melhor trabalhar com a bola nos pés. Aos 17:30 quando a Assoeva pressionava com goleiro linha, o Marreco roubou a bola e puxou contra ataque com Alexandre Pintinho que tabelou com Pedro Rei antes de tocar para Sinoê que desviou para o gol e marcou o terceiro. Com a vitória praticamente garantida, o Marreco relaxou no fim e faltando 29 segundos o experiente Boni apareceu como pivô para marcar o segundo e colocar mais alguma emoção na partida, mas apesar disso o placar não foi mais alterado. 

Sem muito tempo para comemorar a classificação, o Marreco volta a jogar pela Série Ouro do Paranaense já nesta quarta-feira (22), novamente em casa contra o Umuarama e no próximo sábado (25) terá pela frente o Atlântico de Erechim, pela Liga Nacional e mais uma vez no Arrudão. 

 

 

FONTE: Lucas Maciel
Link Notícia