Ouça agora na Rádio

N Notícia

Paulo Sauer

FOTO: Paulo Sauer

Após 1° tempo desastroso, Marreco é goleado na Arena Jaraguá

Mais uma vez a cena se repetiu com um time totalmente desligado e perdido na primeira etapa e o Marreco sofreu a sua primeira derrota na Liga Nacional, neste sábado (20) na Arena Jaraguá. Diante do tradicional Jaraguá, o Marreco perdeu por 5 a 2 e levou a segunda goleada da semana - na terça (16) o revés foi para o Cascavel pelo placar de 4 a 0, na Série Ouro. 

O Marreco iniciou o jogo se defendendo, mas logo aos 3 minutos após boa triangulação, Fabiano Assad finalizou, a bola bateu na marcação e voltou para o próprio fixo chutar novamente, abrindo o placar. A equipe beltronense não aproveitou a vantagem, pois aos 5 minutos a marcação falhou e deixou Jé sozinho para girar e marcar, deixando tudo igual. O jogo se manteve equilibrado, mas um lance crucial poderia ter mudado a cara do jogo quando Éder dividiu a jogada com Zequinha e deixou a perna para atingir o atleta do Marreco, lance forte e que ficou barato com o cartão amarelo. Aos 13 minutos, Jé dominou de costas para Fabiano Assad, levantou a bola e virou acertando um belo chute de bicicleta, defensável, porém Di Fanti pareceu não acreditar na jogada e acabou levando o gol da virada. O gol abalou o experiente time do Marreco que se perdeu na marcação e após Alexandre Pintinho perder a bola no ataque, no contra ataque, Jé cruzou para Fernando desviar para a rede. Aos 16 minutos o Marreco errou de novo e no contra ataque Max parou jogada promissora do Jaraguá com falta e recebeu vermelho direto. A arbitragem foi muito criticada por não adotar o mesmo critério no lance que envolveu Eder e que foi muito mais escandaloso. Com um a menos em quadra o Marreco levou o quarto gol após Eder cobrar falta e ampliar para 4 a 1. 

No segundo tempo o Marreco atuou praticamente o período todo com goleiro linha, mas não criou quase nada. Somente a 47 segundos do fim Sinoê recebeu livre e finalizou descontando para 4 a 2. Na tentativa da reação o Marreco errou no ataque e Oito Meia finalizou para fechar o placar em 5 a 2. 

Se em alguns jogos o Marreco mostra força coletiva e consegue vitórias importantes, em muitos outros falta personalidade e sobram desculpas de que o time ainda busca o entrosamento devido. Sem tempo para lamentar a equipe beltronense já viajou para Venâncio Aires (RS) onde enfrenta a Assoeva no jogo de ida do primeiro mata-mata da Copa do Brasil.

 

FONTE: Lucas Maciel
Link Notícia