Ouça agora na Rádio

N Notícia

Reprodução LNFTV

FOTO: Reprodução LNFTV

Marreco recebe o Minas no sábado para confirmar vaga nos playoffs

A possibilidade de ficar de fora das oitavas de final é baixa, mas o Marreco deve se preocupar e muito em vencer o Minas para não aumentar essa possibilidade. Neste sábado (15), a equipe beltronense joga em casa pela última vez na primeira fase da Liga Nacional, as 20h15 contra o Minas, e depois encerra a primeira parte do campeonato fora de casa, contra o Joinville, na quinta-feira (20). Ocupando apenas o 13º lugar, entre 19 equipes o Marreco é o quarto que mais perdeu, com 10 derrotas, e para nível de comparação, o saco de pancadas, Shouse do Pará, perdeu 16 vezes até aqui.

Para evitar cair na primeira fase e aumentar a frustração da torcida, colocando em risco o projeto para 2019, o Marreco precisa de pelo menos uma vitória ou dois empates nestes jogos, para terminar entre os 16 melhores. No início do campeonato parecia algo tranquilo, e se duas ou três derrotas em casa fossem convertidas em vitória, a realidade seria diferente, com a equipe de Paulinho Gambier brigando para terminar entre os oito melhores.

As chances são baixas, porém, o esporte é uma máquina de surpresas, e para que o Marreco caia ainda na primeira fase, é necessário que todos que vem atrás vençam nas duas últimas rodadas, e claro, o Marreco perca os dois jogos. Imaginando um cenário onde o Marreco perca os dois jogos, o Tubarão precisaria vencer o Pato em Santa Catarina, a Assoeva derrotar o Shouse fora de casa, e na última rodada o Cascavel vencer o Sorocaba, além de vitórias de Assoeva contra o Foz em Venâncio Aires (RS), e do São José em São Paulo contra o Marechal. Se algum destes jogos terminarem empatados, o Marreco passa. Para aumentar o nervosismo, a última rodada vai confirmar os classificados e os confrontos, por isso todos os oito jogos acontecem simultaneamente a partir das 20h15.

Apesar de pouco provável, existe a possibilidade de o Marreco vencer os dois jogos e mudar todo o panorama dos confrontos e posições na tabela, mas o que se imagina hoje é um confronto nas oitavas contra Corinthians, ou contra o Pato. Em Francisco Beltrão o que se houve nas ruas é que seria ideal ter um clássico nas oitavas. Talvez porque neste ano o Marreco não perdeu para os rivais, com um empate em Pato Branco e duas vitórias no Arrudão, sendo a última por 6 a 1. Resta esperar a conclusão da primeira fase e torcer para que haja realmente um encontro entre as equipes do sudoeste, que poderia salvar o ano do Marreco na Liga Nacional.  

 

FONTE: Lucas Maciel
Link Notícia