Ouça agora na Rádio

N Notícia

Uol

FOTO: Uol

Alemanha: Continuidade para se manter no topo

Especial Copa da Rússia

O favoritismo da atual campeã do mundo passa inicialmente pelo status de defensora do título, mas também pela sequência de trabalho e renovação do plantel. O técnico Joachim Löw está no cargo desde 2006, e tem tanta moral que deixou de fora da lista Mario Götze, simplesmente o autor do gol do título sobre a Argentina, no Maracanã. O meio campista não vive seu melhor momento, tanto que perdeu espaço no Bayern de Munique e retornou ao Borussia Dortmund, onde um dia foi ídolo, e hoje tenta reconquistar o prestígio de outrora. Outros nomes surgiram na posição e hoje são os novos queridinhos dos alemães: Goretzka (Schalke) deve ser titular no meio ao lado de Kroos (Real Madrid) e Khedira (Juventus), além de Draxler (PSG) outra ótima opção, que também pode ser titular.

 

No ataque, Schurrle que nunca foi titular, perdeu espaço entre os suplentes para Sané (Manchester City), e o aposentado Klose hoje dá lugar ao experiente Mario Gomez. Müller que foi um dos destaques em 2014 hoje é reserva de luxo, e tem Werner (Leipzig) e Reus (Dortmund) na concorrência. Este último estava voando em 2014 quando sofreu uma grave lesão que o tirou da Copa no Brasil, e mesmo sofrendo com inúmeras lesões nos últimos quatro anos, deve ser oficializado na lista final. A incerteza está em Neuer, que sofreu uma grave lesão e não joga desde setembro de 2017, porém foi incluído na pré-lista e se recupera rapidamente.

 

É inegável que esta equipe esteja hoje em primeiro lugar entre as favoritas, por conta da consistência do trabalho de seu treinador, mas também pelo nível de futebol praticado pelos principais jogadores que não oscilam, independente do que seus clubes conquistem, eles continuam sendo protagonistas e por isso hoje a Alemanha é o time a ser batido no mundial. 

 

Provável time titular: Stegen, Kimmich, Boateng, Hummels e Hector. Khedira, Kroos e Goretzka. Özil, Reus e Mario Gomez.

 

Jogos na primeira fase: México (17/06), Suécia (23/06) e Coréia do Sul (27/06). 

FONTE: Lucas Maciel
Link Notícia