Ouça agora na Rádio

N Notícia

Reprodução TV Marreco

FOTO: Reprodução TV Marreco

Marreco apresenta reforços Canabarro e Erikcson

Francisco Beltrão

Na tarde desta segunda-feira (1) o Marreco Futsal apresentou os dois reforços anunciados ainda na última semana pelo presidente Ivo Dolinki, e que chegam para resolver as carências do elenco que disputa a Série Ouro do Paranaense, Copa do Brasil e Liga Nacional de Futsal. O ala-esquerdo Canabarro e o pivô Erickson falaram com a imprensa e deixaram o torcedor otimista mesmo após confirmada a saída de Sol Sales para o futsal russo. 

Na apresentação dos atletas o presidente Ivo Dolinski destacou que os reforços são uma resposta para o torcedor que tem cobrado mais atitude da diretoria, que reconhece as dificuldades financeiras em razão do mal planejamento da temporada passada. "São dois atletas que vão ajudar muito o elenco do Marreco, pois nós temos o Sinoê que tem tido muitos problemas de lesão e vinhamos sentindo uma deficiência muito grande nesta posição e outro atleta que estávamos atrás e que vai ajudar muito é o Canabarro", afirmou Ivo. 

Disputado por clubes da Itália e do Brasil nesta janela de transferências, Canabarro disse que optou pelo Marreco após conversas com o auxiliar técnico Mauro Córdova e também com o amigo e capitão da equipe Fabiano Assad. "Eu tenho uma amizade muito grande com o Fabiano Assad que sempre me falava da estrutura e o dia a dia do Marreco, isso pesou bastante na minha decisão, escolhi vim para o Marreco pelo fato de o time sempre estar chegando em finais e isso é pra poucos times, ninguém chega em duas finais de Paranaense seguidas e em final de Supercopa por acaso e quem sabe este ano vem o título do Marreco". Sem jogar desde maio quando o Levante foi eliminado para o Barcelona nas quartas de final do Campeonato Espanhol, Canabarro deve estrear ainda em julho enquanto ainda aguarda a liberação dos documentos da negociação. 

O pivô Erickson foi questionado logo na chegada sobre as comparações do atual momento do Marreco com 2010 quando ele teve sua primeira passagem por Francisco Beltrão. "É um momento diferente da época em que eu joguei aqui em 2010 e 2011, você vê uma evolução grandiosa da equipe onde muitos atletas querem estar, pra mim é um privilégio estar voltando a vestir essa camisa que é pesada no futsal paranaense e está crescendo no futsal nacional". Diferente de Canabarro, Erikcson vinha atuando no futsal gaúcho e fez seu último jogo ainda no sábado, e a expectativa é que esteja liberado para estrear já no próximo jogo, no sábado (6) no Arrudão, contra o São José (SP) pela Liga Nacional. 

 

FONTE: Lucas Maciel
Link Notícia

Enviar Recado

Nossa Programação

Links Úteis