Ouça agora na Rádio

N Notícia

Assessoria

FOTO: Assessoria

Defesa Civil apresenta balanço dos alagamentos

Francisco Beltrão

O grande volume de chuvas em Francisco Beltrão na terça-feira (28), de cerca de 130 mm, provocou alagamentos, prejuízos e uma série de transtornos na cidade e no interior do município. De acordo com Fernando Merísio, coordenador da Defesa Civil, cerca de 500 edificações e terrenos foram atingidos. O nível do Rio Marrecas começou a se estabilizar somente na tarde desta quarta-feira (29), depois de chegar a 6,20 metros acima do nível normal.

Merísio relata que apenas três famílias solicitaram apoio do órgão para a retirada das mudanças em pontos de alagamento. Em muitos casos as famílias deixaram suas casas com o apoio de familiares e amigos. Os rio Lonqueador e Santa Rosa e os córregos Progresso e Urutago também saíram do seu leito normal ao serem represados pelo Marrecas. Os alagamentos foram verificados nos bairros Presidente Kennedy, Luther King, São Miguel, Pinheirão e Sadia, além do Parque Alvorada.

Toda a estrutura da administração municipal atua de forma ininterrupta para minimizar os problemas, auxiliando a retirada das famílias em áreas de risco ou de alagamentos, providenciando abrigos, fazendo a limpeza e desentupimento de bueiros e várias outras ações. Equipes das secretarias de Viação e Obras, Assistência Social, Administração e do Debetran foram acionadas para auxiliar a população.

Destruição no interior

Os danos no interior do município devido ao excesso de chuvas também foram severos. Além de danificar as estradas, pontes e bueiros foram levados pela água. Os prejuízos ainda estão sendo calculados. Equipes da secretaria de Viação e Obras estão percorrendo as comunidades e fazendo o levantamento das perdas.

Equipes de emergência já iniciaram os reparos, principalmente das pontes e bueiros, restabelecendo o trânsito em várias localidades. De acordo com o secretário Claudio Borges, até o final da semana deve ser possível apresentar um balanço dos danos causados no interior. "Estamos fazendo este levantamento, mas a prioridade no momento é recuperar o que foi danificado e fazer com que o trânsito seja restabelecido de forma normal em todas as localidades do interior", enfatiza o secretário. 

 

FONTE: Lucas Maciel com assessoria
Link Notícia