Ouça agora na Rádio

N Notícia

Neymar marca de pênalti, PSG vence Amiens e avança na Copa da Liga

FOTO: AFP / Francois Presti

Neymar marca de pênalti, PSG vence Amiens e avança na Copa da Liga

Atacante abriu o placar no triunfo por 2 a 0 no campo do adversário

Todas as informações compartilhadas Superesportes
 
O Paris Saint-Germain está garantido nas semifinais da Copa da Liga da França. Na noite desta quarta-feira, o time da capital visitou o Amiens, em jogo único pelas quartas da competição, e venceu por 2 a 0, com Neymar e Rabiot, ambos balançando as redes no segundo tempo.
 
Com o resultado, o PSG permaneceu no torneio nacional e terá que esperar para conhecer o seu futuro adversário. Enquanto isso, o time azul e vermelho segue na luta pelo título do Campeonato Francês, torneio o qual lidera, e também foca nos compromissos da Copa da França.
 
O jogo
 
Desde os minutos iniciais, o PSG fez questão de colocar sua superioridade dentro de campo, mesmo jogando fora de casa, e controlou as ações. Logo de cara, a equipe visitante criou inúmeras chances, mas acabou saindo do primeiro tempo sem marcar.
 
Aos oito minutos, os parisienses tiveram sua principal chance dos 45 iniciais. Depois de uma jogada bem trabalhada, o atacante brasileiro Neymar recebeu bola escorada quase na pequena área e chutou livre de marcação. A finalização, no entanto, foi no meio do gol, e o goleiro conseguiu agarrar.
 
Após alguns passes longos, alguns chutes de longa distância e alguns cruzamentos que não renderam grandes chances, a vida do Paris conseguiu ficar ainda mais fácil. Aos 31 minutos, o atacante francês Mbappé contou com a esperteza de Verratti, que bateu falta rápida, para receber de cara com o goleiro Gurtner. Fora da área, o arqueiro derrubou o camisa 29 e foi expulso por ser o último homem.
 
Se o PSG já estava dominando, com um jogador a mais a equipe se transformou em uma máquina de criar chances. Rabiot, Draxler, Di María, Mbappé e Neymar tiveram oportunidades de abrir o placar, mas acabaram desperdiçando com finalizações que assustaram, mas sequer acertaram a meta do Amiens na primeira etapa.
 
Depois do intervalo, os visitantes adicionaram à sua superioridade em campo um elemento que foi decisivo: intensidade. Logo de início, o Paris sufocou os donos da casa no campo de ataque e precisou de apenas oito minutos para fazer o que não fez nos 45 iniciais.
 
Após cobrança de escanteio curto, Neymar tabelou, entrou na área e foi derrubado. Imediatamente o juiz apitou e o próprio brasileiro foi para a marca da cal. Na cobrança, o camisa 10 mostrou muita categoria e sequer precisou de força para colocar a bola de uma lado e ver o goleiro cair do outro.
 
Depois de finalmente inaugurar o marcador, o time azul e vermelho manteve o ritmo forte e só não ampliou porque a bola parou hora nas mãos do goleiro, hora na trave. O primeiro a tentar ampliar foi Mbappé, aos nove minutos, recebendo do lado direito e emendando uma pancada, mas a bola bateu no goleiro e ainda explodiu na trave. Em seguida, aos 10, Di María recebeu sozinho, mas chutou em cima do arqueiro.
 
Seguindo superior em campo, o PSG precisou de 22 minutos para voltar a marcar e selar a vitória. Em cobrança de escanteio, Rabiot recebeu no primeiro pau e resvalou de cabeça. A bola subiu e foi para o outro lado, batendo na trave e no travessão antes de entrar. O árbitro ainda precisou da tecnologia da linha do gol para confirmar o último tento da noite.
FONTE: SUPER ESPORTES / Gazeta Press
Link Notícia