Ouça agora na Rádio

N Notícia

Físicos russos desenvolvem método para aumentar segurança de 'reatores do futuro'

FOTO: © Sputnik/ Ulyana Solovieva

Físicos russos desenvolvem método para aumentar segurança de 'reatores do futuro'

Da Sputnik News Brasil

 

Especialistas da Universidade Nacional russa de Pesquisa Nuclear MEPhI (EUA) anunciaram ideia para aumentar segurança em reatores nucleares perspectivos. O novo método se baseia na redução da velocidade de reação em cadeia nas suas zonas ativas, comunicou a assessoria de imprensa da MEPhI à Sputnik.

O projeto, que visa resolver a tarefa para aumentar a segurança em reatores nucleares, ganhou a bolsa do presidente da Federação da Rússia de apoio estatal a jovens cientistas russos, PhDs de Física Teórica e Experimental na MEPhI.

 

"O trabalho consiste no seguinte: propõe-se em cercar a zona ativa do reator com um refletor de isótopo estável de chumbo-208", informou o chefe do projeto, Yevgeny Kulikov.

As principais propriedades de chumbo-208 são a alta massa atômica e a probabilidade extremamente baixa de absorção de nêutrons. Graças a isso, os nêutrons permanecem dentro do refletor durante um período de tempo relativamente prolongado, sendo absorvidos muito menos.

"No resultado, quase todos os nêutrons do refletor vão voltar para zona ativa depois de uma pausa significante. Isso significa em uma redução do processo da reação em cadeia de fissão. Ou seja, os processos de transição, inc lusive resultantes de um acidente, irão se desenvolver mais devagar. Isso melhora as possibilidades de controle do reator, ou seja, aumenta a segurança do reator", comentou Kulikov.

Os participantes do projeto acreditam que o uso prático dos resultados do seu trabalho permitirá não só aumentar a segurança dos reatores nucleares perspectivos de nêutrons rápidos, senão também reduzir o seu custo.

 

O isótopo natural chumbo-208 prevalece (até 90%) no assim chamado chumbo radiogênico, que pode ser extraído de minério de tório ou tório e urânio.

Blocos energéticos com reatores de nêutrons rápidos podem dar vantagens enormes o desenvolvimento da energética nuclear do futuro. Eles podem ajudar a fechar o ciclo de combustível nuclear, facilitando o aumento da base combustível nuclear graças à reprodução ampliada do mesmo. Além disso, haverá uma possibilidade de reduzir o volume de resíduos nucleares "queimando" os isótopos radioativos perigosos. A Rússia, segundo especialistas, ocuparia o primeiro lugar no mundo em tecnologias de construção de reatores de nêutrons rápidos.

FONTE: SPUTNIK NEWS BRASIL
Link Notícia