Ouça agora na Rádio

N Notícia

Dor nas costas afeta 36% da população brasileira

FOTO: © ThinkStock

Dor nas costas afeta 36% da população brasileira

Um estudo divulgado em 2010 pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) mostrou que a dorsalgia, que é a denominação dada para dor na região torácica, afeta 36% dos brasileiros de forma crônica.

Todas as informações compartilhadas são do site sobre saúde e esportes ATIVO.COM, acesse!

 

Ficar sentado o dia todo e inclinado em direção à tela do computador é uma as principais causas de dor nas costas.
O fisioterapeuta e diretor regional da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna (ABRColuna) Giuliano Martins, comenta que todo e qualquer posto de trabalho deve estar adaptado ao biótipo do trabalhador. “O fato de ficar sentado o dia todo, pode gerar grande sobrecarga na coluna lombar e com o passar do tempo às dores podem aparecer como lesões”, afirma.

Ele diz ainda que o fato de ficar inclinado em direção à tela do computador pode gerar dor, como um aumento da curvatura torácica, além de retificação da curvatura carvical (pescoço) e lesões do tipo artroses, osteófitos (bicos de papagaio) e degenerações discais.

Para isso, o fisioterapeuta conta que a melhor postura para estas situações é alinhar a parte superior do monitor, aos olhos do operador. As cadeiras devem ser confortáveis, ter apoio para os braços e regulagem de altura. Outra dica é levantar a cada 60 ou 90 minutos, para assim evitar uma sobrecarga lombar e futuramente dores e lesões.

Tratamento

Para quem sofre de dor nas costas a alternativa é fazer atividades físicas, sob orientação de um profissional de saúde.
“Antes de qualquer exercício, o importante é o paciente realizar uma avaliação clínica, com um fisioterapeuta especialista em coluna vertebral e descobrir a causa das suas dores antes de praticar qualquer exercício. Depois de identificar a causa das dores, eu recomendo a pratica do pilates clínico”, aconselha.

Martins acrescenta que o pilates é a melhor atividade para os portadores de patologias de coluna vertebral, porém não é um método de tratamento, mas, sim um fortalecimento. Além desta modalidade, a natação e musculação podem ajudar a melhorar as dores.

“Toda dor tem uma origem e uma causa. Elas sempre devem ser diagnosticadas. Algumas devem ser tratadas com fisioterapia, com manipulação vertebral, com fortalecimento específico ou exercícios”, diz. Ele completa que existem exercícios que podem agravar a situação, como um alongamento de musculatura de membros inferiores, para quem tem dor ciática nas pernas. Por isso é preciso ter cuidado com os exercícios.

FONTE: WWW.ATIVO.COM
Link Notícia

Enviar Recado