Ouça agora na Rádio

N Notícia

CC BY 2.0 / Erik Cleves Kristensen / Naufrágio

FOTO: CC BY 2.0 / Erik Cleves Kristensen / Naufrágio

Navio misterioso de quase 200 anos é descoberto no golfo do México

No fundo do golfo do México, a 450 metros de profundidade, foi encontrado o naufrágio do que era provavelmente em meados do século XIX um veleiro.

Informações Compartilhadas Sptinik Brasil

descoberta foi feita em 16 de maio pela tripulação do barco de exploração Okeanos Explorer, desenvolvida pela Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês) e pertencente à Marinha dos Estados Unidos que estava testando equipamento de busca.

Durante os recentes mergulhos de #Okeanos no golfo do México dedicados a testar novo equipamento, fizemos uma descoberta inesperada: um veleiro de madeira naufragado em meados do século XIX.

?Estima-se que o veleiro — feito de madeira e encontrado a 450 metros de profundidade — afundou devido a um incêndio provavelmente há mais de 150 anos. Detalhes sobre a história da embarcação, ou seja, a que país pertencia, para onde se dirigia e o que estava transportando, continuam sendo um mistério até hoje.

A única coisa que se sabe com certeza são suas dimensões: a embarcação tinha 37,8 metros de comprimento. No entanto, graças ao vídeo de alta resolução, gravado pelos exploradores, os especialistas conseguiram criar um "mosaico fotográfico" que poderia ajudar a descobrir mais detalhes sobre a origem da embarcação.

Em uma destas imagens, por exemplo, os investigadores observaram números — dois, um, zero e nove — fixados com parafusos a um entulho da parte traseira do navio. Além disso, vários artefatos de ferro e cobre foram detectados no fundo ao redor do veleiro.

Embora boa parte do casco esteja relativamente bem preservada, o revestimento de cobre do navio se deteriorou. Ao mesmo tempo, é interessante notar que nenhuma estrutura foi conservada acima da linha d'água. Ademais, nenhuma das muitas faixas do aparelhamento foi encontrada. É por isso que surgiu a hipótese de que, antes de afundar, o veleiro poderia ter pegado fogo.

"Enquanto a evidência ainda está sendo avaliada, é possível que esse navio tenha pegado fogo e tenha sido quase completamente consumido antes de afundar. Isso pode explicar a falta de artefatos do aparelhamento, convés e trabalhos superiores, bem como a falta de pertences pessoais", declarou a pesquisadora da NOAA, Emily Crum, citada pelo Charlotte Observer.

Espera-se que uma análise aprofundada das imagens obtidas permita saber mais sobre a história dessa embarcação misteriosa.

FONTE: Sputnik Brasil
Link Notícia