Ouça agora na Rádio

N Notícia

© AP Photo / Natacha Pisarenko

FOTO: © AP Photo / Natacha Pisarenko

Senado argentino aprova orçamento de 2019 com as promessas feitas ao FMI

Após 14 horas de debates, o Senado argentino aprovou na madrugada desta quinta-feira (15) o orçamento de 2019, que prevê zerar o déficit fiscal no ano que vem.

Informações compartilhadas Sputnik Brasil

Promessa feita pelo governo do presidente Mauricio Macri ao Fundo Monetário Internacional (FMI), em troca de uma linha de credito stand-by de US$ 56,3 bilhões.

O dinheiro será liberado aos poucos, na medida em que o país cumpra as metas estabelecidas e, uma das principais, gaste apenas o que arrecada.

O orçamento, já aprovado pela Câmara dos Deputados, foi ratificado no Senado por 45 votos favoráveis, 24 contra e uma abstenção.

Os cortes aprovados serão aplicados em 2019, justamente no ano em que o país realiza eleições gerais e que Macri disputa a reeleição. As informações foram publicadas pela Agência Brasil.

Outra promessa de Macri, feita aos eleitores e também ao FMI, é baixar a inflação, algo que não conseguiu fazer em seus quase três anos de governo. No orçamento, o governo prevê uma inflação de 34,8% para este ano, mas empresas de consultoria privada estimam que o custo de vida deve superar os 40%. O compromisso é reduzir o custo de vida para 23% em 2019.

FONTE: Sputnik Brasil
Link Notícia