Ouça agora na Rádio

N Notícia

ANNE-CHRISTINE POUJOULAT, MARTIN BERNETTI/AFP

FOTO: ANNE-CHRISTINE POUJOULAT, MARTIN BERNETTI/AFP

Com atacantes em alta, Uruguai e França buscam vaga nas semifinais da Copa

Luiz Suárez e Mbappé são as estrelas do primeiro duelo das quartas de final

Informações compartilhadas Superesportes
 
Uruguai e França abrem as quartas de final da Copa do Mundo de 2018, em grande estilo, nesta sexta-feira (6), às 11h (de Brasília), no Estádio de Níjni Novgorod, em Nizhegorodskaya, na Rússia. A Celeste despachou o campeão da Eurocopa, Portugal de Cristiano Ronaldo, com um triunfo por 2 a 1. Já os franceses, em confronto eletrizante, superaram a Argentina por 4 a 3.
 
Didier Deschamps, treinador da França, conversou com seus jogadores sobre a importância de manter a intensidade ao longo dos noventa minutos. Em quase todos os confrontos da Copa do Mundo o time francês, sempre que se aproximou dse seus objetivos, relaxou, permitindo que o adversário criasse dificuldades.
 
“Nós sabemos que a seleção francesa está disposta a fazer um grande torneio do início ao fim. Estamos conseguindo isso, porém, o nível de exigência só tende a aumentar e por isso mesmo precisamos atuar com uma intensidade só. Sei que o desgaste físico é um componente que joga contra, mas podemos superar isso também”, disse Didier Deschamps.
 
A França do trio ofensivo composto por Antoine Griezmann, Kylian Mbappé e Olivier Giroud é realmente uma das grandes atrações deste Mundial. Tendo no atacante do Barcelona Luis Suárez a sua principal estrela, o técnico da Celeste, Óscar Tabárez, aposta em um futebol solidário para alcançar a sua meta.
 
“A França tem muita qualidade, mas não é um time que não pode ser vencido. Tem fragilidades como qualquer outro e por isso mesmo precisamos estar bem atentos para não deixarmos de aproveitarmos as situações que podem nos trazer a vitória”, disse Tabárez.

Em termos de escalação, as duas equipes têm desfalques, porém, no caso do Uruguai trata-se de um “senhor problema”. Isso porque o artilheiro Edinso Cavani, autor dos dois gols diante de Portugal, fica de fora devido a um edema na panturrilha esquerda. A sua vaga será disputada pelo meia Cristian Rodríguez, que reforçaria a marcação e é a possibilidade mais concreta, e pelo atacante Christian Stuani.
 
Pelo lado da França o desfalque é no setor de marcação do meio-de-campo. O volante Blaise Matuidi cumpre suspensão por acúmulo de cartões amarelos. O substituto deverá ser Corentin Tolisso, em uma troca simples.
 
Quem avançar do confronto entre Uruguai e França vai fazer a semifinal contra outra grande equipe, que será definida no duelo entre a Seleção Brasileira e a Bélgica, que também se encontram nesta sexta-feira.
 
URUGUAI X FRANÇA
 
Local: Estádio de Níjni Novgorod, em Nizhegorodskaya (Rússia)
Data: 6 de julho de 2018 (Sexta-feira)
Horário: 11h(de Brasília)
Árbitro: Néstor Pitana (Argentina)
Assistentes: Hernan Maidana (Argentina) e Juan Pablo Belatti (Argentina)
 
URUGUAI
Fernando Muslera, Martin Cáceres, José Giménez, Diego Godín e Diego Laxalt; Lucas Torreira, Matías Vecino, Nahitan Nández, Rodrigo Bentancur e Cristian Stuani (Christian Rodríguez); Luis Suárez
Técnico: Óscar Tabárez
 
FRANÇA
Hugo Lloris, Benjamin Pavard, Raphaël Varane, Samuel Umtiti e Lucas Hernández; N’Golo Kanté, Paul Pogba e Corentin Tolisso; Antoine Griezmann, Kylian Mbappé e Olivier Giroud
Técnico: Didier Deschamps
 
FONTE: Super Esportes / Gazeta Press
Link Notícia